fbpx
Av. Água Branca, 988. Bairro Água Branca . Contagem
31 3010.0300

Você já se consultou com um dermatologista?

Para quem não sabe, o dermatologista é o médico especialista no diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças da pele, pelos, mucosas, cabelos e unhas.

E olha só, são mais de 3.000 doenças dermatológicas que afetam a pele de crianças, adultos e idosos.

Além de prevenir e tratar, o dermatologista também orienta sobre cuidados gerais, soluciona problemas estéticos e trabalha na manutenção da beleza da pele.

Algumas doenças comumente tratadas pelos dermatologistas são: acne (espinhas), alergias, vitiligo, psoríase, queda de cabelos, hanseníase (lepra) e câncer da pele.

Além disso, o dermatologista também é habilitado para tratar de doenças nas mucosas, como afecções na boca, lábios, gengiva, língua e também na área genital. Neste caso enquadram-se as doenças sexualmente transmissíveis (DST) ou doenças venéreas.

Como escolher um dermatologista?

O acompanhamento médico de rotina é a melhor forma de manter a saúde e prevenir doenças. Por isso, a pele, maior órgão do corpo humano, não pode ser tratada de maneira superficial.

Há intervenções que parecem procedimentos simples, mas podem causar danos permanentes se forem mal indicadas, ou realizadas por pessoas não capacitadas.

O diagnóstico preciso, precoce e correto de doenças e problemas de pele deve ser feito por Dermatologistas qualificados.  Profissionais estes que atuam em procedimentos de baixa complexidade – estéticos –, e de alta complexidade – tratamento do câncer da pele.

Existem diversos profissionais não médicos que podem atuar na área da estética, e que, às vezes, se confundem com dermatologistas.

Utilizando denominações novas, algumas profissões geram dúvidas e reclamações quando há complicações em tratamentos.

O risco de consultar profissionais autodenominados dermatologistas aumenta quando há complicações, que podem ocorrer em qualquer tratamento, mesmo que realizados por profissionais qualificados.

Portanto fique atento! No site do CFM você pode conferir se o profissional é realmente médico, e se ele é ou não especialista em alguma área.

Fonte: http://www.sbd.org.br

 

Deixe seu comentário.